quinta-feira, 16 de abril de 2009

PREPARAÇÃO PARA A CONSAGRAÇÃO DE SI MESMO

PREPARAÇÃO PARA A CONSAGRAÇÃO DE SI MESMO COMO ESCRAVO (A) DE JESUS E MARIA:


33 DIAS DE PREPARAÇÃO EM HONRA DOS 33 ANOS DE JESUS NA TERRA.

É preciso ler e estudar o livro Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, de São Luís Maria Grignion de Montfort
§ 1. Doze dias preliminares, de:. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Rezar: 1 - Vem, Espírito Criador (p. 258)
2 - Ave, Estrela do Mar (p.261)

§ 2. Primeira Semana, de: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Rezar: 1 - Vem, Espírito Criador
2 – Ave, Estrela do Mar
3 – Ladainha do Espírito Santo (p. 262)
4 – Ladainha de Nossa Senhora (p. 267)

§ 3. Segunda Semana, de: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Rezar: 1 – Ladainha do Espírito Santo
2 – Ave, Estrela do Mar.
3 – Terço ou Rosário (conforme a p 283)

§ 4. Terceira Semana, de: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Rezar:
1 – Ladainha do Espírito Santo.
2 – Ave, Estrela do Mar.
3 – Oração de Santo Agostinho (Tratado Nº 67).
4 – Ladainha do SS. Nome de Jesus.
5 – Ladainha do Sagrado Coração de Jesus.

§ 5. Compromisso: Rezar todos os dias:
1 – O Magnificat (Tratado Nº 255).
2 - Eu sou todo vosso e tudo que possuo, vos ofereço, o meu amado Jesus, por Maria, vossa Mãe Santíssima. (300 dias de indulgência cada vez – Tratado Nº 233).
3 – A Coroa de Nossa Senhora (Tratado Nº 234-235).
4 – Usar um objeto sagrado ao corpo como sinal da consagração (Tratado Nº 236).
Outros compromissos:
5 – Renovar a consagração anualmente com a devida preparação dos 33 dias (Tratado Nº 233).
6 – Assinar a Consagração toda vez que renovar a cada ano e declarar a data (Tratado Nº 231).

PREPARAÇÃO PARA A CONSAGRAÇÃO DE SI MESMO COMO ESCRAVO DE JESUS E MARIA, SEGUNDO O MÉTODO DE SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT.

§ 1. DOZE DIAS PRELIMINARES – Tratado Nº 227
Empregados em desapegar-se do espírito do mundo.
Rezar:
Vem, Espírito Criador. - Tradução na integra do Latim para o português:
- Vem, ó Criador Espírito, / As almas dos teus visita; / Os corações que criaste, / Enche de graça infinita.
= Tu, Paráclíto és chamado / Dom do Pai celestial, / Fogo, caridade, fonte / Viva e unção espiritual.
- Tu dás septiforme graça; / Dedo és da destra paterna; / Do Pai, solene promessa, / Dás força da voz superna.
= Nossa razão esclarece, / Teu amor no peito acende, / Do nosso corpo a fraqueza / Com tua força defende.
- De nós afasta o inimigo. / Dá-nos a paz sem demora, / Guia-nos; e evitaremos / Tudo quanto se deplora.
= Dá que Deus Pai e seu Filho / Por ti nós bem conheçamos, / E em ti, Espírito de ambos / Em todo tempo creiamos.
- A Deus Pai se dê a glória / E ao Filho ressuscitado, / Paráclito e a ti também / Com louvor perpetuado. Amém.
V – Enviai o vosso Espírito, e tudo será criado. / R – E renovareis a face da terra.
Oremos – Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito San¬to; concedei-nos que no mesmo Espírito co¬nheçamos o que é reto, e gozemos sempre as suas consolações. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

II – Ave, Estrela do Mar. - Tradução na integra do Latim para o português:
- Ave, do mar Estrela / De Deus mãe bela, / Sempre virgem, da morada / Celeste Feliz entrada.
= Ó tu que ouviste da boca / Do anjo a saudação; / Dá-nos a paz e quietação; / E o nome da Eva troca.
- As prisões aos réus desata. / E a nós cegos alumia; / De tudo que nos maltrata / Nos livra, o bem nos granjeia.
= Ostenta que és mãe, fazendo / Que os rogos do povo seu / Ouça aquele que, nascendo / Pos nós, quis ser filho teu.
- Ó virgem especiosa, / Toda cheia de ternura, / Extintos nossos pecados / Dá-nos pureza e bravura,
= Dá-nos uma vida pura, / Põe-nos em vida segura, / Para que a Jesus gozemos, / E sempre nos alegremos.
- A Deus Pai veneremos: / A Jesus Cristo também: / E ao Espírito Santo; demos / Aos três um louvor: Amém.

§ 2. PRIMEIRA SEMANA – Tratado Nº 228.
Empregada em adquirir o conhecimento de si mesmo.
Rezar:
I – Vem, Espírito Criador.
II – Ave, Estrela do Mar.

III – Ladainha do Espírito Santo:
Versão original:
Senhor, tende piedade de nós. / Jesus Cristo, tende piedade de nós. / Divino Espírito Santo, ouvi-nos. / Espírito Paráclito, atendei-nos.
Deus Pai dos céus, tende piedade de nós, / Deus Filho, redentor do mundo, / Deus Espírito Santo, / Santíssima Trindade, que sois um só Deus.
Espírito da verdade,
Espírito da sabedoria,
Espírito da inteligência,
Espírito da fortaleza,
Espírito da piedade,
Espírito do bom conselho,
Espírito da ciência,
Espírito do santo temor,
Espírito da caridade,
Espírito da alegria,
Espírito da paz,
Espírito das virtudes,
Espírito de toda graça,
Espírito da adoção dos filhos de Deus,
Purificador das nossas almas,
Santificador e guia da Igreja Católica,
Distribuidor dos dons celestes,
Conhecedor dos pensamentos e das intenções do coração,
Doçura dos que começam a vos servir,
Coroa dos perfeitos,
Alegria dos anjos,
Luz dos patriarcas,
Inspiração dos profetas,
Palavra e sabedoria dos apóstolos,
Vitória dos mártires,
Ciência dos confessores,
Pureza das virgens,
Unção de todos os santos,
Sede-nos propício, perdoai-nos, Senhor.
Sede-nos propício, atendei-nos, Senhor.
De todo o pecado, livrai-nos, Senhor.
De todas as tentações e ciladas do demônio, livrai-nos….
De toda a presunção e desesperação.
Do ataque à verdade conhecida,
Da inveja da graça fraterna,
De toda a obstinação e impenitência,
De toda a negligência e tepor do espírito,
De toda a impureza da mente e do corpo,
De todas as heresias e erros,
De todo o mau espírito,
Da morte má e eterna,
Pela vossa eterna procedência do Pai e do Filho,
Pela milagrosa conceição do Filho de Deus,
Pela vossa descida sobre Jesus Cristo batizado,
Pela vossa santa aparição na transfiguração do Senhor,
Pela vossa vinda sobre os discípulos do Senhor,
No dia do juízo,

Ainda que pecadores, nós vos rogamos, ouví-nos.
Para que nos perdoeis,
Para que vos digneis vivificar e santificar todos os membros da Igreja,
Para que vos digneis conceder-nos o dom da verdadeira piedade, devoção e oração,
Para que vos digneis inspirar-mos sinceros afetos de misericórdia e de caridade,
Para que vos digneis criar em nós um espírito novo e um coração puro,
Para que vos digneis conceder-nos verdadeira paz e tranqüilidade no coração,
Para que vos digneis fazer-nos dignos e fortes, para suportar as perseguições pela justiça,
Para que vos digneis confirmar-nos em vossa graça,
Para que vos digneis receber-nos o número dos vossos eleitos,
Para que vos digneis ouvir-nos,
Espírito de Deus,
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, envia-nos o Espírito Santo.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, mandai-nos o Espírito prometido do Pai.
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo, dai-nos o Espírito bom.
Espírito Santo, ouví-nos.
Espírito Consolador, atendei-nos.
V. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado. / R. E renovareis a face da terra.
Oremos: Deus, que instruístes o coração de vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, concedei-mos que, no mesmo Espírito, conheçamos o que é reto, e gozemos sempre as suas consolações. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

V – Ladainha de Nossa Senhora: Versão original do Latim:
Senhor, tende piedade de nós. / Jesus Cristo, tende piedade de nós. / Senhor, tende piedade de nós. / Jesus Cristo, ouvi-nos. / Jesus Cristo, atendei-nos. / Pai celeste que sois Deus, tende piedade de nós. / Filho, Redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós. / Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós. / Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das Virgens,
Mãe de Jesus Cristo,
Mãe da divina graça,
Mãe puríssima,
Mãe castíssima,
Mãe imaculada,
Mãe intacta,
Mãe amável,
Mãe admirável,
Mãe do bom conselho,
Mãe do Criador,
Mãe do Salvador,
Virgem prudentíssima,
Virgem venerável,
Virgem louvável,
Virgem poderosa,
Virgem clemente, (aqui:Virgem Benigna em outra versão)
Virgem fiel,
Espelho de justiça,
Sede de sabedoria,
Causa da nossa alegria,
Vaso espiritual,
Vaso honorífico,
Vaso insigne de devoção,
Rosa mística,
Torre de David,
Torre de marfim,
Casa de ouro,
Arca da aliança,
Porta do céu,
Estrela da manhã,
Saúde dos enfermos,
Refúgio dos pecadores,
Consoladora dos aflitos,
Auxílio dos cristãos,
Rainha dos anjos,
Rainha dos patriarcas,
Rainha dos profetas,
Rainha dos apóstolos,
Rainha dos mártires,
Rainha dos confessores,
Rainha das virgens,
Rainha de todos os santos,
Rainha concebida sem pecado original,
Rainha assunta ao céu, (elevada ao céu, em outra versão)
Rainha do sacratíssimo Rosário, (do Santo Rosário, em outra versão)
Rainha da paz,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.
V. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, / R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Oremos: Senhor Deus, nós Vos suplicamos que concedais aos vossos servos lograr perpétua saúde de alma e de corpo; e que, pela gloriosa intercessão da bem-aventurada sempre Virgem Maria, sejamos livres da presente tristeza e gozemos da eterna alegria. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.
(no mês de outubro)
V. Rogai por nós, Rainha do Sacratíssimo Rosário, / R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

§ 3. SEGUNDA SEMANA – Tratado Nº 229.
Empregada em adquirir o conhecimento da Santíssima Virgem.
Rezar:
I – Ladainha do Espírito Santo.
II – Ave, Estrela do Mar.

III – Um Rosário ou menos um Terço Meditado, segundo o método (para rezar com fruto) de São Luís Maria Grignion de Montfort, abaixo descrito, retocado por mim, tudo o que estiver em negrito no Rosário abaixo foi acrescentado por mim no original de São Luís de Montfort:
Por meio do Coração de São Luís Maria Grignion de Montfort,
Uno-me a todos os santos que estão no céu, a todos os justos que estão sobre a terra, a todas as almas fiéis que estão neste lugar. Uno-me a Vós, meu Jesus, para louvar dignamente vossa santa Mãe, e louvar-Vos a vós, nela e por Ela. Renuncio a todas as distrações que me vierem durante este Rosário, que quero recitar com modéstia, atenção e devoção, como se fosse o último da minha vida.
Nós Vos oferecemos, Santíssima Trindade, este Credo, para honrar todos os mistérios da nossa fé; este Pai Nosso e estas três Ave Marias para honrar a unidade de vossa essência e a trindade de vossas pessoas. Pedimos-Vos uma fé viva, uma esperança firme e uma caridade ardente.
Oferecimento: Divino Jesus, nós vos oferecemos este Rosário que vamos rezar, contemplando os mistérios de vossa Redenção. Concedei-nos, pela intercessão de Maria, vossa Mãe Santíssima, a quem nos dirigimos, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganhar as indulgências anexas a esta santa devoção.
Oferecemos, particularmente, em desagravo dos pecados cometidos contra o Santíssimo Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, pela paz do mundo, pela conversão dos pecadores, pelas almas do Purgatório, pelas intenções do Santo Padre, pelo aumento e santificação do Clero, pelo nosso Vigário, pelas Missões, pelos doentes, pelos agonizantes, por aqueles que pediram nossas orações, por todas as nossas intenções particulares e pelo(a) (dizer o nome de seu país).
Mensagem de N. Sra. Estrela da Manhã: “Depois de cada terço do Rosário beijar o crucifixo do terço assim estarão beijando as cinco chagas de Jesus. Rezar com o terço na mão esquerda e com o crucifixo na mão direita segurando firme, em cumprimento à profecia de São Luís de Montfort, que diz: “na direita, o crucifixo, na esquerda o Rosário” TVDSV, 59. Consagração: “Mãe, protegei o meu coração de todas as dúvidas e artimanhas de Satanás, que o meu coração esteja quente e amoroso para com as coisas do céu. Fazei em mim segundo a vossa vontade e não segundo os sofismas deste mundo tenebroso. Deixo aqui ao pé da Cruz os meus pecados e lamento sobre eles (Bata no peito e diga:) Sou inteiramente vosso ó incomparável Mãe. Preparai o meu coração para a chegada do vosso Filho. Abri os meus olhos para que eu veja a grandeza e a bondade de sua obra. Fazei com que os meus pés sejam anunciadores da Boa Nova. Assim seja” – “Rezai o Rosário com devoção, colocai a cruz no coração e dizei sempre: Mãe, protegei…” Estrela da Manhã, 21/02/1995).
Creio em Deus… Pai nosso… 3 Ave Marias… Glória ao Pai…
‘ - Adoremos a Chaga da mão direita de Jesus: beijar o Crucifixo do terço.’

Mistérios Gozosos
No primeiro mistério gozoso contemplamos a Anunciação do Anjo a Maria e a Encarnação do Verbo de Deus.
1 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta primeira dezena para honrar a vossa encarnação no seio de Maria; e Vos pedimos, por este mistério e por sua intercessão, uma profunda humildade. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da Encarnação, descei em nossas almas. Assim seja.
No segundo mistério gozoso contemplamos a Visitação de Maria a sua prima Isabel.
2 – Nó Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta segunda dezena em honra da visitação de vossa santa mãe à sua prima sua prima Santa Isabel e da santificação de São João Batista; e Vos pedimos por este mistério e pela intercessão de vossa Mãe Santíssima a caridade para com o próximo. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias. Glória ao Pai.
Graças ao mistério da visitação, descei em nossas almas. Assim seja.
No terceiro mistério gozoso contemplamos o Nascimento de Jesus em Belém.
3 – Nó Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta terceira dezena, em honra de vosso nascimento no estábulo de Belém; e Vos pedimos, por este mistério e pela intercessão de vossa Mãe Santíssima, o desapego dos bens terrenos, o desprezo das riquezas e o amor da pobreza. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério do nascimento de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
No quarto mistério gozoso contemplamos a Apresentação de Jesus no Templo.
4 – Nó Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta quarta dezena, em honra de vossa apresentação no templo, e da purificação de Maria; e Vos pedimos, por este mistério e por sua intercessão, uma grande pureza de corpo e alma. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da purificação, descei em nossas almas. Assim seja.
No quinto mistério gozoso contemplamos a perda e o encontro de Jesus no Templo.
5 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus esta quinta dezena para honrar o vosso reencontro por Maria, e Vos pedimos por este mistério e por intercessão dela a verdadeira sabedoria. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério do reencontro de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
‘Adoremos a Chaga da mão esquerda de Jesus: beijar o Crucifixo do terço.”

Mistérios Luminosos
Obs: Os Mistérios Luminosos foram acrescentados no Rosário pelo Papa João Paulo II, por isso não há mistérios meditados sobre eles segundo o método de São Luís de Montfort.
No primeiro mistério luminoso contemplamos o Batismo de Jesus.
6 – O Batismo de Jesus. ”Cada um desses mistérios é revelação do Reino divino já personificado no próprio Jesus. Primeiramente é mistério de luz o batismo no Jordão. Aqui, enquanto Cristo desce à água do rio, como inocente que se faz pecado por nós, o céu se abre e a voz do pai proclama-o filho dileto, ao mesmo tempo em que o espírito vem sobre ele para investi-lo na missão que o espera”. (Nº 21 da Encíclica: O Rosário da Virgem Maria – Rosarium Virginis Mariae – Papa João Paulo II).
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério do Batismo de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
No segundo mistério luminoso contemplamos a auto-revelação de Jesus nas bodas de Caná.
7 – A auto-revelação de Jesus nas bodas de Caná. “Mistério de luz é o início dos sinais em Caná, quando Cristo, transformando a água em vinho, abre à fé o coração dos discípulos graças à intervenção de Maria, a primeira entre os que crêem” (Encíclica: O Rosário da Virgem Maria).
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da Auto-revelação de Jesus nas bodas de Caná, descei em nossas almas. Assim seja.
No terceiro mistério luminoso contemplamos o anúncio do Reino de Deus com o convite à conversão.
8 – O anúncio do Reino de Deus com o convite à conversão. “Mistério de luz é a pregação com a qual Jesus anuncia o advento do Reino de Deus e convida à conversão, perdoando os pecados de quem se dirige a ele com humilde confiança, início do ministério de misericórdia que ele prosseguirá exercendo até o fim do mundo, especialmente através do sacramento da reconciliação confiado à sua Igreja” (O Rosário da Virgem Maria).
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças do mistério do Anúncio do Reino de Deus com o convite à conversão, descei em nossas almas. Assim seja.
No quarto mistério luminoso contemplamos a Transfiguração de Jesus.
9 – A transfiguração. “Mistério de luz por excelência é a transfiguração que, segundo a tradição, se deu no Monte Tabor. A glória da divindade reluz no rosto de Cristo, enquanto o Pai o credencia aos apóstolos extasiados para que o ‘escutem’ e se disponham a viver com ele o momento doloroso da paixão, a fim de chegarem com ele à glória da ressurreição e a uma vida transfigurada pelo Espírito Santo” (O Rosário da Virgem Maria).
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da Transfiguração de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
No quinto mistério luminoso contemplamos a Instituição da Eucaristia.
10 – A Instituição da Eucaristia. Mistério de luz é, enfim, a instituição da Eucaristia, na qual Cristo se faz alimento com o seu corpo e o seu sangue sob os sinais do pão e do vinho, testemunhando ‘até o extremo’ seu amor pela humanidade, cuja salvação se oferecerá em sacrifício”. (O Rosário da Virgem Maria).
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da Instituição da Eucaristia, descei em nossas almas. Assim seja.
Adoremos a chaga do pé direito de Jesus: beijar o Crucifixo do terço.

Mistérios Dolorosos
No primeiro mistério doloroso contemplamos a Agonia de Jesus no Horto das Oliveiras.
11 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (sexta) dezena em honra de vossa agonia mortal no Jardim das Oliveiras; e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima, a contrição dos nossos pecados. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da agonia de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
No segundo mistério doloroso contemplamos a flagelação de Jesus.
12 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (sétima) dezena em honra de vossa sangrenta flagelação; e Vos pedimos, por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima, a mortificação dos sentidos. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da flagelação, descei em nossas almas. Assim seja.
No terceiro mistério doloroso contemplamos a Coroação de espinho.
13 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (oitava) dezena em honra de vossa coroação de espinhos; e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima, o desprezo do mundo. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Maria, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da coroação de espinhos, descei em nossas almas. Assim seja.
No quarto mistério doloroso contemplamos Jesus carregando a pesada Cruz para o Calvário.
14 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (nona) dezena para honrar o carregamento da cruz, e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima a paciência em todas as nossas cruzes. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério carregamento da Cruz, descei em nossas almas. Assim seja.
No quinto mistério doloroso contemplamos a Crucificação e Morte de Jesus na Cruz.
15 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (décima) dezena em honra de vossa crucificação e morte ignominiosa sobre o Calvário; e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima, a conversão dos pecadores, a perseverança dos justos e o alívio das almas do Purgatório. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da crucifixão de Jesus, descei em nossas almas. Assim seja.
- Adoremos a Chaga do pé esquerdo de Jesus: beijar o crucifixo do terço.

Mistérios Gloriosos
No primeiro mistério glorioso contemplamos a Ressurreição de Jesus.
16 - Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (undécima - décima primeira) dezena, em honra de vossa ressurreição gloriosa; e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima, o amor de Deus e o fervor no vosso serviço. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da ressurreição, descei em nossas almas. Assim seja.
No segundo mistério glorioso contemplamos a Ascensão de Jesus aos céus.
17 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (duodécima - décima segunda) dezena, em honra de vossa triunfante ascensão, e Vos pedimos, por este mistério e por intercessão de Vossa Mãe Santíssima, um ardente desejo do céu, nossa querida pátria. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da ascensão, descei em nossas almas. Assim seja.
No terceiro mistério glorioso contemplamos a Descida do Espírito Santo sobre Maria Santíssima e os Apóstolos no Cenáculo em Jerusalém.
18 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (décima terceira) dezena para honrar o mistério de pentecostes, e Vos pedimos por este mistério e por intercessão de vossa Mãe Santíssima a descida do Espírito Santo às nossas almas. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Maria, Glória ao Pai.
Graças ao mistério de Pentecostes, descei em nossas almas. Assim seja.
No quarto mistério glorioso contemplamos a Assunção de Nossa Senhora aos céus.
19 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (décima quarta) dezena em honra da ressurreição e triunfal assunção de vossa Mãe ao céu; e Vos pedimos por este mistério e por sua intercessão, uma terna devoção a tão boa Mãe. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Maria, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da assunção, descei em nossas almas. Assim seja.
No quinto mistério glorioso contemplamos a Coração de Nossa Senhora como Rainha do céu e da terra.
20 – Nós Vos oferecemos, Senhor Jesus, esta (décima quinta) dezena para honrar a coroação gloriosa de vossa Mãe Santíssima no céu, e Vos pedimos por este mistério e por intercessão dela a perseverança na graça e a coroa da glória. Assim seja.
Pai Nosso, 10 Ave Marias, Glória ao Pai.
Graças ao mistério da coroação gloriosa de Maria, descei em nossas almas. Assim seja.
- Adoremos a Chaga do Lado do Coração de Jesus: beijar o crucifixo do terço.

21 - Oração final: Eu vos saúdo, Maria, Filha bem-amada do eterno Pai, Mãe admirável do Filho, Esposa muito fiel do Espírito Santo, templo augusto da Santíssima Trindade; eu vos saúdo, soberana Princesa, a quem tudo está submisso no céu e na terra; eu vos saúdo seguro refúgio dos pecadores, Nossa Senhora da misericórdia, que jamais repelistes pessoa alguma. Pecador que sou, me prostro a vossos pés, e Vos peço que me obtenhais de Jesus, vosso amado Filho, a contrição e o perdão de todos os meus pecados, e a divina Sabedoria. Eu me consagro todo a Vós, com tudo o que possuo. Eu Vos tomo, hoje, por minha Mãe e Senhora. Tratai-me, pois, como o último de vossos filhos e o mais obediente do vossos servos. Atendei, minha Princesa, atendei aos suspiros do meu coração que deseja amar-Vos e servir-Vos fielmente. Que ninguém diga que, entre todos que a Vós recorreram, seja eu o primeiro desamparado. Ó minha esperança, ó minha vida, ó minha fiel e imaculada Virgem Maria, defendei-me, instruí-me, salvai-me. Assim seja.
Agradecimento: Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar vos saudamos com uma Salve Rainha. Salve Rainha…

§ 4. TERCEIRA SEMANA – Tratado Nº 230.
Empregada em adquirir o conhecimento de Jesus Cristo.
Rezar:
I – Ladainha do Espírito Santo.
II – Ave, Estrela do Mar.

III – Oração de Santo Agostinho ( Nº 67 do Tratado): Vós sois, ó Jesus, o Cristo, meu Pai santo, meu Deus misericordioso, meu Rei infinitamen¬te grande; sois meu bom pastor, meu único mestre, meu auxílio cheio de bondade, meu bem-amado de uma beleza maravilhosa, meu pão vivo, meu sacerdote eterno, meu guia para a pátria, minha verdadeira luz, minha santa doçura, meu reto caminho, sapiência minha preclara, minha pura simplicidade, minha paz e concórdia; sois, enfim, toda a minha salva¬guarda, minha herança preciosa, minha eterna salvação…
Ó Jesus Cristo, amável Senhor, por que, em toda a minha vida, amei, por que desejei outra coisa senão vós? Onde estava eu quando não pensava em vós? Ah! que, pelo menos, a par¬tir deste momento meu coração só deseje a vós e por vós se abrase, Senhor Jesus! Desejos de minha alma, correi, que já bastante tardastes; apressai-vos para o fim a que aspirais; procurai em verdade aquele que procurais. Ó Jesus anátema seja quem não vos ama. Aquele que não vos ama seja repleto de amarguras. Ó doce Jesus, sede o amor, as delícias, a admiração de todo coração dignamente consagrado à vossa glória. Deus de meu coração e minha par¬tilha, Jesus Cristo, que em vós meu coração desfaleça, e sede vós mesmo a minha vida. Acenda-se em minha alma a brasa ardente de vosso amor e se converta num incêndio todo divino, a arder para sempre no altar de meu coração; que inflame o íntimo do meu ser, e abrase o âmago de minha alma; para que ao dia de minha morte eu apareça diante de vós, inteiramente consumido em vosso amor… Amém.

IV - Ladainha do Santíssimo Nome de Jesus:
Senhor, tende piedade de nós. / Jesus Cristo, tende piedade de nós. / Senhor, tende piedade de nós. / Jesus Cristo, ouvi-nos. / Jesus Cristo, atendei-nos. / Pai Celeste que sois Deus, tende piedade de nós. / Filho, redentor do mundo, que sois Deus. / Espírito Santo, que sois Deus, / Santíssima Trindade, que sois um só Deus,
Jesus Filho de Deus vivo,
Jesus, esplendor do Pai,
Jesus, pureza da luz eterna,
Jesus, Rei da glória,
Jesus, sol de justiça,
Jesus, Filho da Virgem Maria,
Jesus amável,
Jesus admirável,
Jesus, Deus forte,
Jesus, Pai do futuro século,
Jesus, Anjo do grande conselho,
Jesus poderosíssimo,
Jesus pacientíssimo,
Jesus obedientíssimo,
Jesus, brando e humilde de coração
Jesus, amante da castidade,
Jesus, amador nosso,
Jesus, Deus da paz,
Jesus, autor da vida,
Jesus, exemplar das virtudes,
Jesus, zelador das almas,
Jesus, nosso Deus,
Jesus, nosso refúgio,
Jesus, pai dos pobres,
Jesus, tesouro dos fiéis,
Jesus, bom Pastor,
Jesus, verdadeira luz,
Jesus, Sabedoria eterna,
Jesus, bondade infinita,
Jesus, nosso caminho e nossa vida,
Jesus, alegria dos Anjos,
Jesus, Rei dos Patriarcas,
Jesus, Mestre dos Apóstolos,
Jesus, Doutor dos evangelistas,
Jesus, fortaleza dos Mártires,
Jesus, luz dos Confessores
Jesus, pureza das virgens,
Jesus, coroa de todos os santos,
Sede-nos propício: perdoai-nos, Jesus.
Sede-nos propício, ouví-nos, Jesus.
De todo o mal, livrai-nos Jesus.
De todo o pecado,
Da vossa ira,
Das cidades do demônio,
Do espírito da impureza,
Da morte eterna,
Do desprezo das vossas inspirações,
Pelo mistério da vossa santa Encarnação,
Pela vossa natividade,
Pela vossa infância,
Por toda a vossa santíssima vida,
Pelos vossos trabalhos,
Pela vossa agonia e pela vossa paixão,
Pela vossa cruz e pelo vosso desamparo,
Pelas nossas angústias,
Pela vossa morte e pela vossa sepultura,
Pela vossa ressurreição,
Pela vossa ascensão,
Pela vossa instituição da santíssima Eucaristia.
Pelas vossas alegrias,
Pela vossa glória,
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos Jesus.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Jesus.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós, Jesus.
Jesus, ouvi-nos. / Jesus, atendei-nos.
Oremos: Senhor Jesus Cristo que dissestes: Pedi e recebereis; buscais e achareis; batei e abrir-se-vos-á,nos vos suplicamos que concedas a nós, que vo-lo pedimos, os sentimentos afetivos de vosso divino amor, a fim de que nós de todo coração e que esse amor transceda por nossas ações, sem que deixemos de vos amar. Permiti que tenhamos sempre, Senhor , um igual temor e amor pelo vosso santo nome; pois não deixais de governar aqueles que estabeleceis na firmeza do vosso amor.Vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amem.

V – Ladainha do Sagrado Coração de Jesus.
Senhor, tende piedade de nós, / Jesus Cristo, tende piedade de nós, / Senhor, tende piedade de nós, / Jesus Cristo, ouvi-nos, / Jesus Cristo, atendei-nos, / Deus, Pai do Céu, tende piedade de nós, / Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós, / Deus Espírito Santo, / Santíssima Trindade, que sois um só Deus,
Coração de Jesus, Filho do Pai Eterno,
Coração de Jesus, formado pelo Espírito Santo no seio da Virgem Maria,
Coração de Jesus, unido substancialmente ao Verbo de Deus,
Coração de Jesus, de majestade infinita,
Coração de Jesus, templo santo de Deus,
Coração de Jesus, tabernáculo do Altíssimo,
Coração de Jesus, casa de Deus e porta do Céu,
Coração de Jesus, fornalha ardente de caridade,
Coração de Jesus, receptáculo de justiça e amor,
Coração de Jesus, cheio de bondade e amor,
Coração de Jesus, abismo de todas as virtudes,
Coração de Jesus, digníssimo de todo louvor,
Coração de Jesus, rei e centro de todos os corações,
Coração de Jesus, no qual estão todos os tesouros da sabedoria e da ciência,
Coração de Jesus, no qual habita toda plenitude da divindade,
Coração de Jesus, no qual o Pai Celeste põe as suas complacências,
Coração de Jesus, de cuja plenitude nós todos participamos,
Coração de Jesus, desejo das colinas eternas,
Coração de Jesus, paciente e misericordioso,
Coração de Jesus, rico para todos os que vos invocam,
Coração de Jesus, fonte de vida e santidade,
Coração de Jesus, propiciação para os nossos pecados,
Coração de Jesus, saturado de opróbrios,
Coração de Jesus, atribulado por causa de nossos crimes,
Coração de Jesus, feito obediente até a morte,
Coração de Jesus, atravessado pela lança,
Coração de Jesus, fonte de toda a consolação,
Coração de Jesus, nossa vida e ressurreição,
Coração de Jesus, nossa paz e reconciliação,
Coração de Jesus, vítima dos pecadores,
Coração de Jesus, salvação dos que em Vós esperam,
Coração de Jesus, esperança dos que em Vós expiram,
Coração de Jesus, delícias de todos os santos,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor,
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.
V. Jesus, manso e humilde de coração, / R. Fazei o nosso coração semelhante ao vosso.
Oremos: Deus onipotente e eterno, olhai para o Coração de vosso diletíssimo Filho e para os louvores e as satisfações que Ele, em nome dos pecadores vos tributa; e aos que imploram a vossa misericórdia concedei benigno o perdão, em nome do mesmo Filho Jesus Cristo, que convosco vive e reina (juntamente com o Espírito Santo), por todos os séculos dos séculos. Amém.

Carta de Pe. Luizinho – Missionário Montfortino – a Nautilho, sobre a Consagração da escravidão:
“Missionários Monfortinos
Casa de Formação
João Monlevade, 11 de março de 1997.
Queridos amigos, amigas, irmãos em Cristo,

Vocês estão se preparando para fazer, conforme o método proposto por S.Luis Maria de Montfort, a sua Consagração Total a Jesus Cristo pelas mãos de Maria. Esta Consagração e um compro¬misso pessoal de renovação e fidelidade às promessas do batismo.
Por ser uma decisão tomada depois de muita oração, meditação da Palavra de Deus, estudo do Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, é preciso que, da mesma forma, o dia a ser escolhido e as circunstancias estejam revestidas da mesma dignidade. Com isto quero dizer o seguinte:
* Escolham um dia de festa dedicada a Nossa Mãe Maria Santíssima ou outra data significativa para a sua vida (data do batizado, consagração religiosa, ordenação sacerdotal, ou outra data que você não esquecera com facilidade);
* O “Contrato de Aliança” será assinado por você no dia da sua Consagração ou da sua renovação;
* necessário alguém como testemunha, mas não e preciso que seja exclusivamente um sacerdote;
* Se a renovação ou a primeira consagração for comunitariamente, um será testemunha do outro, mas deverá assinar a Consagração.
Não nos deixemos levar pela “letra da lei, quero dizer, pela parte externa da Consagração (celebração, assinatura, texto da consagração), mas tenhamos profundamente presente pela parte da Consagração), em nosso coração o que esta entrega a significa na nossa pratica de vida crista.
Estou enviando os livros pedidos, peço-lhes desculpas pela demora. Estive um mês inteiro em S.Paulo resolvendo uns problemas de impressão de folhetos de oração e de animação vocacional e atrasei com todas as minhas correspondências.
Estarei rezando por vocês e por todos os que, nestas festas de Nossa Senhora e de S. Luís Maria de Montfort, estiverem fazendo a sua primeira Consagração ou renovando a que já foi feita.
Maria, nossa mãe, nos proteja.
Pe. Luizinho.”

RITO DA CONDAGRAÇAO DE SI MESMO COMO ESCRAVO DE JESUS
POR MEIO DE MARIA - Consagração de Aliança.
Este Rito pode ser ministrado por bispos, sacerdote, diácono, religioso, religiosa, leigos consagrados, superiores, cordenadores, diretores ou presidentes das associações, sociedades, instituições, comunidades, confrarias, apostolados, movimentos, grupos de oração, cenáculos, pastorais, etc, que apessoa pertencer. O rito é uma simbologia formal, criada por mim, para embelezar a consagração, transformando-a numa cerimônia real da Corte do Reino de Jesus, pois eu vi que a consagração era feita de qualquer jeito indelicado e sem uma introdução antes da profisão. Entrão introduzi o rito para dar sentido de cerimônia e pompas. A pessoa pode se consagrar sozinho aonde quer que esteja, inclusive nos casos mais devocinais, e o rito não precisa ser realizado, basta rezar a Consagração e entregá-la a Jesus em oração e pedir a efusão do Espírito Santo.
I - Ministro da Consagração: Queiram(a) aproximar-se os(o) candidatos (o) à Consagração de Aliança.
II - Os candidatos se aproximam e dizem: Aqui estou Senhor, para fazer a Vontade de Deus.
III - Ministro da Consagração: O que pedem (e)?
IV- Candidatos: A Misericórdia de Deus.
V - Ministro da Consagração: Após um período de preparação para esta Solene Consagração, em Nome de Deus e da Igreja, vos declaro dignos(o) para professar este vínculo sagrado. Eu vos pergunto em Nome de Deus e da Igreja: Querem(res) viver como verdadeiros(o) escravos(o) de Jesus por meio Maria, vivendo bem o dom desta Consagração, defendendo a Santa Igreja Católica, a Sã Doutrina, a Verdade da Fé, a Tradição Apostólica, a Hierarquia e o Magistério da Igreja, e, o Evangelho de Jesus Cristo, dando a vida pela causa de Cristo?
VI - Candidatos: Queremos (quero), com a Graça de Deus.
VII - Ministro da Consagração: Querem(res) se consagrar a Jesus Cristo e à Santíssima Virgem Maria, como seus(seu) fiéis(fiel) escravos(o), pelo Ato da Consagração da Aliança, segundo o Método de São Luís Maria Grignion de Montfort, contemplado no livro Tratado de Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, para selar esta Aliança e este vínculo sagrado?
VIII - Candidatos: Queremos(quero), com a Graça de Deus.
IX - Ministro da Consagração: Então, a partir desta Solene Consagração e destes propósitos, eu vos declaro, em Nome de Deus e da Igreja, pessoas(a) Consagradas(a) ao Senhor, Ministros(o) do Deus Altíssimo, Sacerdotes(e), Reis(rei) e Profetas(a) do Deus Todo Poderoso, Soldados(o) do Exército de Jesus e Maria, Ungidos(o) do Espírito Santo e Apóstolos(o) dos últimos tempos, investidos(o) do Poder do Alto.
X - Candidatos: Amém!
XI - Ministro da Consagração: Fazei o vosso juramento:
XII - Candidatos: Eu juro amor, lealdade, obediência e fidelidade a Deus Pai, a Deus Filho, a Deus Espírito Santo e à Santa Mãe Igreja Católica Apostólica Romana, e prometo cumprir e fazer cumprir o Santo Evangelho e a Verdade da Fé, a preço de meu sangue, por amor ao meu Deus.
XIII - Ministro da Consagração: Que Deus confirme, ligue e sele estes propósitos no seu Santuário no céu, na forma de Decreto Divino.
XIV - Candidatos: Amém!
XV - Ministro da Consagração: Queiram(a) professar a Consagração da Aliança.
XVI - Os candidatos rezam a Consagração. A seguir, fazem a prostração, e a comunidade canta ou reza o Vem Espírito Criador ( ou outro cântico litúrgico do Espírito Santo), a Ladainha de Todos os Santos, o Magnificat. Faz-se a Efusão de Espírito Santo e a Assinatura da Consagração da Aliança. Geralmente a folha da consagração é assinada antes da cerimônia
XVII – O Ordinário abençoa os objetos que servirão de sinal da escravidão de amor a Jesus por meio de Maria. Se não haver Ordinário, os objetos já deverão estar bentos deste antes da cerimônia…
XVIII - Ministro da Consagração: (Entrega do terçona mão do consagrado): Recebe na tua mão esquerda o Rosário de Maria como arma para o teu combate…. (após cada recebimento, o candidato diz: Amém!)… (Continua…)
(Entrega da Cruz ou Crucifixo mão do consagrado): Recebe na tua mão direita o estandarte ensanguentado da Cruz de Jesus como sinal da tua vitória e do teu Ministério Profético… (Continua)…
(Entrega da Medalha ou Escapulário, ou fazer o sinal da Cruz no peito do consagrado): Recebe no teu peito + os Sagrados Nomes de Jesus e Maria…
(Caso tenha a Entrega da corrente da escravidão ou de outro objeto): E recebe no teu corpo este instrumento como sinal da tua escravidão a Jesus e Maria. Amém!

CONSAGRAÇÃO DA ALIANÇA, ou,
CONSAGRAÇÃO A JESUS CRISTO - A SABEDORIA ETERNA E ENCARNADA – PELAS MÃOS DE MARIA, ou,
CONSAGRÇÃO DE SI MESMO COMO ESCRAVO DE JESUS POR MEIO DE MARIA:

Ó Sabedoria eterna e encarnada! Ó amabilíssimo e adorável Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, unigênito Filho do eterno Pai, e da sempre Virgem Maria, adoro-vos profundamente no seio e nos esplendores de vosso Pai, durante a eternidade, e no seio virginal de Maria, vossa Mãe digníssima, no tempo de vossa Encarnação.
Eu vos dou graças por vos terdes aniquila¬do a vós mesmo, tomando a forma de escravo, para livrar-me do cruel cativeiro do demônio. Eu vos louvo e glorifico por vos terdes querido submeter a Maria, vossa Mãe Santíssima, em todas as coisas, a fim de por ela tornar-me vos¬so fiel escravo. Mas ai de mim, criatura ingrata e infiel! não cumpri as promessas que vos fiz solenemente no batismo. Não cumpri com mi¬nhas obrigações; não mereço ser chamado vos¬so filho nem vosso escravo, e, como nada há em mim que de vós não tenha merecido re¬pulsa e cólera, não ouso aproximar-me por mim mesmo de vossa santíssima e augustíssima majestade. É por esta razão que recorro à intercessão de vossa Mãe Santíssima, que me destes por medianeira junto a vós, e é por este meio que espero obter de vós a contrição e o perdão de meus pecados, a aqui¬sição e conservação da sabedoria.
Ave, pois, ó Maria Imaculada, tabernáculo vivo da Divindade, onde a eterna Sabedoria escondida quer ser adorada pelos anjos e pelos homens!
Ave, ó Rainha do céu e da terra, a cujo império é submetido tudo o que está abaixo de Deus!
Ave, ó seguro refúgio dos pecadores, cuja misericórdia a ninguém falece! Atendei ao de¬sejo que tenho da divina Sabedoria, e recebei, para este fim, os votos e as oferendas, apre¬sentadas pela minha baixeza.
Eu, N…, infiel pecador, renovo e ratifico hoje, em vossas mãos, os votos do batismo. Renuncio para sempre a satanás, suas pompas e suas obras, e dou-me inteiramente a Jesus Cristo, Sabedoria encarnada, para segui-lo le¬vando minha crus, em todos os dias de minha vida. E, a fim de lhe ser mais fiel do que até agora tenho sido, escolho-vos neste dia, ó Ma¬ria Santíssima, em presença de toda a corte celeste, para minha Mãe e minha Senhora.
Entrego-vos e consagro-vos, na qualidade de escravo, meu corpo e minha alma, meus bens interiores e exteriores, e até o valor de minhas obras boas passadas, presentes e futuras, dei¬xando-vos direito pleno e inteiro de dispor de mim e de tudo o que me pertence, sem exceção, a vosso gosto, para maior glória de Deus, no tempo e na eternidade. Recebei, ó benigníssima Virgem, esta pequena oferenda de minha escravidão, em união e em honra à submissão que a Sabedoria Eterna quis ter à vossa mater¬nidade; em homenagem ao poder que tendes ambos sobre este vermezinho e miserável peca¬dor; em ação de graças pelos privilégios com que vos favoreceu a Santíssima Trindade. Pro¬testo que quero, dora em diante, como vosso verdadeiro escravo, buscar vossa honra e obe¬decer-vos em todas as coisas. Ó Mãe admirá¬vel, apresentai-me a vosso amado Filho, na qualidade de escravo perpétuo, para que, ten¬do-me remido por vós, por vós também me receba favoravelmente. Ó Mãe de misericórdia, concedei-me a graça de obter a verdadeira Sabedoria de Deus, e de colocar-me, para este fim, no número daqueles a quem amais, en¬sinais, guiais, sustentais e protegeis como fi¬lhos e escravos vossos. Ó Virgem fiel, tor¬nai-me em todos os pontos um tão perfeito discípulo, imitador e escravo da Sabedoria en¬carnada, Jesus Cristo, vosso Filho, que eu che¬gue um dia, por vossa intercessão e a vosso exemplo, à plenitude de sua idade na terra e de sua glória nos céus. Assim seja.

. . . . .. . .. . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . .
Assinatura do nome completo.

Cidade e data: _________________________ , ______ / ______________________ / ___________

MAGNIFICAT. Tradução direta do Latim:
Ant. “Quem é esta que avança como a aurora, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército em ordem de batalha?”
- Minha alma engrandece ao Senhor. / E meu espírito se transporta em santa alegria em Deus meu salvador.
= Porque pôs os olhos em sua humilde escrava; / por isso todas as gerações me chamarão bem-aventurada.
- Grandes maravilhas obrou comigo o onipotente, cujo nome é santo.
= Cuja misericórdia se estende de geração em geração / em todos os que o temem.
- Assim ostenta o poder de seu braço, / transtorna os desígnios dos soberbos.
= Derruba os poderosos do seu assento, / e exalta os humildes.
- Enche de bens os necessitados / e os ricos deixa vazios.
= Decretou exaltar Israel seu povo, / lembrando-se de sua misericórdia.
- Para cumprir a promessa que fez aos nossos pais, Abraão e a todos os seus descendentes.
= Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, / como era no princípio, agora e sempre. Amém.
Ant. “Quem é esta que avança como a aurora, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército em ordem de batalha?”

COROINHA DE NOSSA SENHORA, segundo o método de São Luís Maria de Montfort. Tradução direta do Latim. Reza diária:
V. Concedei-nos que Vos louve, Virgem Santíssima. / R. Dai-me valor contra os vossos inimigos.
Creio em Deus Pai Todo-Poderoso…
Coroa de Excelência:
Pai Nosso. Ave Maria.
1 – Sois Bem-aventurada, Virgem Maria, que levastes em vosso seio o Senhor, Criador do mundo; destes à luz a Quem Vos formou, e soisVirgem perpétua.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
2 – Ó Santa e imaculada virgindade, não sei com que louvores Vos possa exaltar; pois quem os céus não puderam conter, Vós o levasstes em vosso seio.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
3 - Sois toda formosa, Virgem Maria, e não há mancha original em vós.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
4 - Possuís, ó Virgem Maria, tantos privilégios, quantas são as estrelas no céu.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Glória ao Pai.
Coroa de Poder:
Pai Nosso. Ave Maria.
5 - Glória a Vós, imperatriz do céu, conduzi-nos convosco aos gozos do paraíso.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria.
6 - Glória a Vós, tesoureira das graças do Senhor, dai-nos parte no vosso tesouro.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
7 - Glória a Vós, medianeira entre Deus e os homens, tornai-nos propício o Todo-poderoso.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
8 - Glória a Vós, que esmagais as heresias e o demônio: sede nossa guia piedosa.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Glória ao Pai.
Coroa de Bondade:
Pai Nosso. Ave Maria.
9 - Glória a Vós, refúgio dos pecadores; intercedei por nós junto do Senhor.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
10 - Glória a Vós, Mãe dos órfãos; fazei que nos seja propício o Pai Todo-Poderoso.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
11 - Glória a Vós, alegria dos justos; conduzi-nos convosco às alegrias do céu.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Ave Maria…
12 – Glória a Vós, nossa auxiliadora mui prestimosa na vida e na morte; conduzi-nos convosco para o reino do céu.
V. Alegrai-Vos, Virgem Maria. / R. Alegrai-Vos mil vezes. Glória ao Pai…
Oremos: Ave, Maria, Filha de Deus Pai; Ave, Maria, Mãe de Deus Filho; Ave, Maria, Esposa do Espírito Santo; Ave, Maria, templo da Santíssima Trindade; Ave, Maria, Senhora minha, meu bem, meu amor, Rainha do meu coração, Mãe, vida, doçura e esperança minha muito querida, meu coração e minha alma. Sou todo vosso, e tudo o que possuo é vosso, ó Virgem sobre todos bendita. Esteja, pois, a mim a vossa alma para engrandecer o Senhor; esteja em mim vosso espírito para rejubilar em Deus. Colocai-Vos, ó Virgem fiel, como selo sobre o meu coração, para que, em Vós e por Vós, seja eu achado fiel a Deus. Concedei, ó Mãe de misericórdia, que me encontre no número daqueles que amais, ensinais, guiais, sustentais e protegeis como filhos. Fazei que, por vosso amor, despreze todas as consolações da terra e aspire só as celestes; até que, para glória do Pai, Jesus Cristo, vosso Filho, seja formado em mim, pelo Espírito Santo, vosso Esposo fidelíssimo, e por Vós, sua fidelíssima Esposa. Assim seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário